sábado, 20 de junho de 2015

Cloreto de magnésio parte 2

    No dia 18 de abril comentei sobre os benefícios do uso contínuo do mineral cloreto de magnésio, após muito pesquisar em vários sites que visitei na web.
    Como bom hipocondríaco que sou, estou sempre em busca de terapias alternativas para a melhora da saúde, tanto física quanto mental. No meu caso em particular, creio que o que mais "pega" são os sintomas negativos da esquizofrenia.
   Hoje, após quase noventa dias de uso do cloreto de magnésio, posso confirmar que esse mineral realmente é um bom aliado contra vários males. É óbvio que ele não faz um milagre na vida da pessoa de uma hora para outra, mas foi uma das melhores coisas que descobri para a saúde.
  Mas vou falar sobre as melhoras no meu caso em particular. Informações completas sobre o produto podem ser obtidas no link abaixo:
http://www.curaeascensao.com.br/alimentacao_saude/segredos_curam/segredoscuram5.html
    De uma maneira geral, me sinto mais disposto, tanto física quanto mentalmente. Os exercícios físicos que costumo fazer no parque estão começando a deixar de ser uma sofrência para se tornar um prazer novamente. As dores da idade do condor até que estão sumindo... Estou dando correndo um pouco mais e ficando menos ofegante. Tenho que tomar cuidado, pois na última vez que fiz um hemograma, os meus triglicerídeos estavam em 490mg. Dizem que o cloreto é muito bom para combater o colesterol, mas especificamente sobre os triglicerídeos ainda não achei nada na internet. Mas daqui a três meses vou fazer um outro hemograma para comparar os resultados e chegar à uma conclusão.
    Com essa melhora na disposição, sinto que o sono demora um pouco mais para chegar à noite. Mas não aumentei a dose do "pan nosso de cada dia". Fico assistindo TV ou no notebook. Ou então fico deitado na cama mesmo, procurando pensar em coisas positivas e alegres. Muitas vezes fico naquela nostalgia, lembrando dos bons tempos de infância que não voltam mais. Mas, quando acordo de manhã, estou um pouco mais disposto, parece que agora tenho um sono mais reparador, talvez por ter conseguido chegar ao sono REM, sei lá...
    Antes do cloreto de magnésio, acho que o sono vinha mais rápido, mas talvez por eu estar mais cansado e sonolento mesmo, e sem disposição para muita coisa.
    Por falar em sono, ficava muito sonolento após o almoço, principalmente quando comia uma refeição pesada, tipo um feijão tropeiro, coisa de mineiro mesmo. Acho que o organismo tem um pouco mais de dificuldade em digerir as gorduras, principalmente depois dos 40 anos.
os médicos dizem que a comida tem que ser colorida... o verde é só para disfarçar... 
    Depois que passei a usar o cloreto de magnésio a sonolência pós rango praticamente sumiu, só dá uma preguicinha gostosa mesmo agora. Parece que houve uma significativa melhora na digestão e no metabolismo dos alimentos em meu organismo. Não sinto tanto a barriga estufada e os gases não ficam mais presos. A situação também melhorou na hora de ir ao banheiro, não precisando fazer aquela forcinha para me aliviar. O cloreto de magnésio também me pareceu ser um bom aliado contra a prisão de ventre.
    Estou também respirando melhor. Talvez pelo fato da barriga não ficar tão estufada, principalmente depois do almoço ou então de comer massas. A sensação de tijolo na barriga sumiu. Mas também minhas narinas ficavam um pouco entupidas, não sei bem o que era, mas não era catarro. Quando fui na otorrino(preguiça de escrever o nome inteiro, de falar então...) e ela me receitou um líquido tipo spray para colocar no nariz, antes de dormir. O troço, além de caro, não resolvia o problema, apenas dava um alívio temporário. Não sei bem o que tenho, para que entre pouco ar nas minhas narinas, mas hoje a coisa está melhor. Esse é um grande mal de alguns médicos do SUS. Não informam muita coisa sobre o que temos. E tem alguns que perguntam o que temos quando entramos no consultório...
    Se ficamos bem informados sobre o problema de saúde que temos, podemos melhorar a situação, pesquisando na internet sobre o assunto e evitar situações que façam com que o problema piore ou então volte. Mas infelizmente alguns médicos do SUS pensam que a única função deles é preencher receituários. Posso provar que um certo médico atendia os pacientes em apenas dois minutos em um posto de saúde, pois gravei a entrada e a saída com um cronômetro na frente da câmera e posicionado na porta do consultório do médico. Para acessar o vídeo, é só clicar no link abaixo, pois o postei no youtube. É o esquizo repórter, denunciando e mostrando o descaso com a saúde pública no Brasil.
https://www.youtube.com/watch?v=WKJNLC7J8h8
    Mas, voltando ao assunto da postagem dessa semana, sinto que estou menos ansioso e estressado. Às vezes, por conta dessa tensão sentia meu coração dar uma disparada e bater fora do compasso. Já cheguei, em pleno sábado à noite, a ir em um hospital para que um médico avaliasse a situação do meu sofrido coração (qui dó qui dó...) mas nada foi constatado. Talvez não tenha nenhum problema do coração mesmo, talvez seja só psicológico. Mas, por enquanto não estou tento mais esse problema após estar usando o cloreto de magnésio.
    Como disse no início, a disposição geral melhorou, acho que principalmente por causa do metabolismo ter aumentado e também por uma provável melhora nas condições do fígado. Creio que a ingestão de veneno de rato que fiz há muito tempo atrás deu uma prejudicada na digestão dos alimentos
    Não estou tomando o enziplus, que é um ótimo produto para o metabolismo e uma série de coisas, mas infelizmente é um pouco caro para o meu orçamento. O enziplus resolve todo o meu problema digestivo, da sensação de tijolo na barriga, mas, além de ser caro, não tem aqui na capital mineira.
    Tomei uma caixa inteira de veneno de rato da baygon, mas não aconteceu nada, como podem perceber. Nem uma queimação de leve tive no estômago naquele momento. Creio que a venda de chumbinho já havia sido proibido em todas as lojas naquela época.
    Tentei o autoextermínio durante a fase aguda dos sintomas positivos, afinal, era mais fácil matar a mim mesmo do que me livrar de todas as pessoas que imaginava estarem contra a minha pessoa, ou seja, o mundo inteiro...  Ia de uma cidade para outra, perambulava pelas Br's, mas a mania de perseguição me perseguia aonde quer que eu fosse... A solução foi me esconder no meio do mato.
    Infelizmente ou felizmente, o veneno não funcionou em mim. Cheguei a pensar em processar a baygon por propaganda enganosa...
    Hoje, não penso mais em autoextermínio. Quer dizer, tem umas fases meio punk's em que isso passa bem de leve pela minha cabeça, mas depois tudo passa. Às vezes chego a pensar que sou um bipolar, ou se isto é apenas uma melhora ou piora no meu estado de saúde em geral. Quando não estou bem fisicamente, o pensamento que envenenaram a minha comida se torna muito frequente e não aceito nada de ninguém, pode ser uma caixa de bombom que recuso mesmo. Mas, pelo que pesquisei, existem muitas semelhanças entre a esquizofrenia e a bipolaridade. Mas nem penso em tomar um estabilizador de humor, como chegou a me sugerir um psiquiatra. Não aguento mais tomar esses medicamentos antipsicóticos. Dizem que a quetiapina é indicada tanto para a esquizofrenia como para o transtorno de humor. Já cheguei a experimentar por duas vezes, mas não por muito tempo, pois sentia uma fome de leão, e só se ganhasse mais de dois salários mínimos é que poderia matar toda essa fome, a não ser que o psiquiatra pagasse a conta na padaria ou então eu saísse comendo capim por ai.
    Em relação ao auto extermínio, não penso tanto no assunto, e também não comento. Tenho minhas crenças espirituais (foi a melhor definição que encontrei) e não quero ir dessa para outra voluntariamente. Não sei o que me aguarda, se existe céu ou inferno, ou outras dimensões, sei lá.
Às vezes a dúvida é um ótimo motivador para mudanças em nossas vidas. Mas quem sabe eu não vire uma alma penada, como imaginei ser nos surtos e como a voz me disse quando estava na BR.

       Como disse, tenho minhas crenças, mas não as imponho à ninguém, e procuro também respeitar a crença alheia.... Só acho que quem se intromete muito na vida dos outros é que não merece o meu respeito e dos demais cidadãos de bem. Acho que em primeiro lugar temos que ter e procurar ter as nossas consciências tranquilas e limpas. O problema é que às vezes algumas pessoas simplesmente não tem consciência, e então elas não pesam quando cometem certos atos.
alguns "líderes" usam todas as formas para impor suas convicções...
    Mas, voltando ao assunto cloreto de magnésio, é isso, estou me sentindo melhor e mais motivado. Estou pensando mais positivamente também, meu time acabou de perder no campeonato brasileiro (que novidade...) mas não estou tão triste como ficava antes. Para quem quiser maiores informações, é só clicar no link que postei no início. Também no facebook existem vários grupos sobre o cloreto de magnésio, onde as pessoas tiram suas dúvidas e compartilham suas experiências com esse mineral maravilhoso e do bem. Vale lembrar que o magnésio tem que ser o PA (para análise). O outro, que é mais fácil de se encontrar em farmácias é mais barato, porém é cheio de impurezas que podem prejudicar o organismo das pessoas.
   Por falar em preço, consegui achar um local onde o preço do cloreto é bem razoável. Enquanto nas farmácias 33gr custa 9 reais, neste laboratório um pote de 500gr custa bem menos e dá para usar por cerca de uns seis meses.
    O cloreto que encontrei e que uso é o da marca Synh, que é recomendada pelo Padre Beno, que deu um depoimento na net sobre a cura que obteve de um problema na coluna, pois esse mineral é excelente para as articulações em geral.  A imagem que posto embaixo foi tirada do primeiro link que postei, logo no início dos meus escritos dessa semana.
onde encontrar e quais marcas adquirir de cloreto de magnésio
    Quem tiver alguma dificuldade de encontrar em sua cidade o cloreto de magnésio PA, pode entrar em contato comigo por email. Estou disponibilizando, além dos livros que escrevi, este mineral que recomendo a todos que usem, pois não é um remédio, é algo que o nosso organismo necessita de uma certa quantidade todos os dias e, que, por causa dos agrotóxicos, as frutas e verduras não estão sendo boas fontes. Basta enviar um email com o assunto "cloreto de magnésio" para:
juliocesar-555@hotmail.com
    É isso ai pessoal, vamos nos cuidar, tanto fisicamente, como psicologicamente. E, claro espiritualmente também, cada um respeitando as convicções dos outros, sem intolerância e brigas e discussões que não levam a lugar nenhum. Quer dizer, para a maioria não leva, mas para alguns parece que leva ao poder no congresso e em outros setores da sociedade.
   Por último gostaria de dizer que o cloreto de magnésio não é um medicamento, é um mineral necessário a vida e a saúde. Você, que talvez tenha recebido um diagnóstico de depressão, por exemplo, nunca parou para pensar que a falta de energia que você sente pode ter alguma relação com problemas de saúde, devido à falta de vitaminas e minerais? Por exemplo, a falta de iodo pode ocasionar problemas na tireoide e a pessoa pode sentir cansaço, fraqueza, etc.
Saudações esquizofrênicas e até o próximo post...
   -Obs: gostaria de dizer que nada tenho contra os verdadeiros evangélicos, pelo contrário, fui muito ajudado por alguns evangélicos durante os meus surtos, principalmente quando fiquei nas ruas por alguns meses.

7 comentários:

  1. Como tomar esse mineral? Quero saber a quantidade a ser ingerida por dia e a maneira de se fazer um isso. Poderia explicar?

    ResponderExcluir
  2. Olá, Júlio!
    Pela primeira vez vou discordar de vc.
    É quanto a hostilização à figura do pastor.
    Mesmo não sendo evangélica reconheço nele, hoje, uma peça importante no processo de redemocratização desse país, que passa por um momento delicado.
    Hostilizá-lo por ele expressar suas convicções não é saudável.
    Ele tem esse direito e não pode ser demonizado por isso.
    Espero que me compreenda e aproveito para reiterar minha admiração diante desse trabalho de utilidade pública que vc desenvolve em seus vídeos e no seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá
      Em relação ao pastor, foi isso o que ele me passou, ao vê-lo em seu programa na TV. Só assisti duas vezes, e mesmo assim poucos minutos, pois o seu discurso é um pouco efusivo, e pelo menos naqueles momentos que assisti, seu olhar transmitia ódio e raiva, incitando a intolerância com as demais religiões. Mas não assisto o programa dele, foi ao mudar o canal no controle remoto, e resolvi assistir e só consegui por alguns minutos. Para que gritar?

      Excluir
  3. Você escreve muito bem, Julio. Gostei do seu blog! Às vezes eu tenho algumas coisas parecidas com as suas de fugir de gente, hipocondria, gostar de animais. Mas não sou esquizofrênica. Devo ter alguma ansiedade social, porque desde criança nunca gostei muito de ter gente estranha perto, ou até do contato com tios, primos, enfim. Desejo tudo de bom pra ti! Juh Goes

    ResponderExcluir
  4. Olá, já ouviu falar de 5HTP? O Dr. Lair fala desse alimento como regulador do humor porque aumenta os níveis de serotonina no cérebro, o neurotransmissor responsável pelo humor. Eu tenho sintomas de depre e bipo, mas com 5HTP me sinto bem melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não cheguei a ouvir sobre esse alimento, mas vou pesquisar sim, gosto muito das dicas do Lair Ribeiro. É sempre bom tentarmos essas alternativas antes de encarar os antidepressivos.
      Obrigado pela dica e pela visita ao blog.

      Excluir
  5. Olá, é verdade, ultimamente o tempo está voando. Quando melhorar o dedo do meu pé vou voltar para as minhas andanças, ainda tenho que percorrer mais dois caminhos da estrada real. Alguma novidade por ai?

    ResponderExcluir