Meu PC é hipocondríaco

    É mais do que correto tomarmos certos cuidados no mundo virtual, quando o assunto é segurança. Assim como podemos ser assaltados na vida real, se andarmos distraídos pelas ruas das grandes cidades, navegando na internet também podemos ser surpreendidos por algumas armadilhas. Não devemos sair por ai clicando em qualquer link que aparece na web, que afirma que ganhamos um iphone ou coisa parecida, ou que tem alguma gostosona querendo conversar com a gente em um chat qualquer. E ainda os emails suspeitos que recebemos de pessoas estranhas, com as mais variadas propostas.
     E também devemos ter os nossos programas para nos proteger, no mínimo, um bom antivírus. Mas, no meu caso, como bom hipocondríaco que sou, reconheço que exagero um pouco nesse tipo de proteção. Além do antivírus Panda, que uso em tempo real, uso mais dois antivírus para fazer o escaneamento do meu note regularmente.  Não é recomendável usar dois antivírus ao mesmo tempo, pois pode haver conflito entre eles, um querendo brigar com o outro, querendo ser o dono do computador, e um vai ficar dizendo que o outro é um vírus e tals.
    Então, deixo o Panda ativado e os outros dois uso para fazer o escaneamento. O correto é fazer esses escaneamentos quando o PC apresentar lentidão ou ter um comportamento estranho, mas, no meu caso, faço cerca de dez varreduras no meu note em um mês...
    Como na vida real, também sinto que sou vigiado na internet. Apesar de ser apenas um pacato e desconhecido cidadão, às vezes tenho a certeza de que tem alguém monitorando os meus passos na web. Acho que tem gente me espionando, para tentar achar algum podre em minha vida, sei lá. Claro que tenho alguns podres, principalmente quando tinha entre 20 e 30 anos, mas nada de mais grave, coisas da juventude mesmo. Não sou santo e nem tenho a pretensão de ser. E, quando tive essa pretensão, quase pirei, quando frequentava uma igreja evangélica. O pastor, em um culto, afirmou que devemos ser santos, ao ler uma passagem da bíblia. Aquilo ficou marcado em minha mente, e tentei de tudo para me tornar um santo, mas, essas coisas não acontecem de uma hora para outra, e a cada erro meu, me culpava bastante e foi ai que comecei a pirar.
    Não sou contra os evangélicos, gostaria de ressaltar aqui neste post. O problema é que a bíblia é passível de interpretação, e é a partir dai que a confusão toda começa, quando os humanos a interpretam de acordo com seus interesses.
    Mas, voltando ao assunto da hipocondria virtual, sinto que até a webcam do note está sendo monitorada. Fazer o tal do internet banking, nem pensar, apesar de que isso poderia ajudar a vender o livro Mente Dividida. Apesar de não ter grana no banco, não quero ter mais essa paranoia atormentando a minha cabeça e então não compro nada usando a minha conta bancária.
    Além do Panda, eu uso o eset on line scanner e o antivírus que já vem instalado no sistema, chamado de windows defender. Não sei por qual motivo ele não é muito usado, a maioria dos técnicos de informática instalam o tal do avast quando formatam os computadores e notebooks.
    Mas não devemos só nos preocuparmos com os vírus. Existe uma classe de pragas chamadas de spywares, que tem como principal finalidade coletar informações sobre o computador da pessoa, e até senhas de banco. Então, existem vários programas anti-spywares gratuitos por ai, e eu uso o malwarebytes.
o malwarebytes é uma boa alternativa contra os programas espiões
    Além dos vírus e dos spywares, existem uma outra classe de pragas, chamadas de rootkit. Eles também são chamados de trojan, que é em homenagem ao cavalo de troia, que foi usado pelos gregos em uma batalha na antiguidade. Assim como o cavalo de história, essas pragas se disfarçam como sendo arquivos do computador, e, por isso os antivírus geralmente não conseguem detectar essa praga, que geralmente entra para avacalhar o sistema, e, quem enviou esse arquivo malicioso pode ter controle total da máquina infectada. Por isso, uso um programa chamado malwarebytes anti rootkit, que é da mesma empresa dos caçadores de malwares...
    Ah! Já ia me esquecendo, ainda para me proteger dos vírus, além de usar o Panda, o eset on line scanner e o windows defender, também uso o Kaspersky Virus Removal Tool, que é de uma boa empresa de antivírus. É que os vírus vão surgindo a cada dia, os hackers vão criando, e as empresas de antivírus vão criando as vacinas, e então o banco de dados de um antivírus não é exatamente igual ao outro. Ou seja, só para vírus, uso quatro programas, além do antimalware e do antispyware...
                                               
    Mas, pensam que acabou a superproteção poderosa contra os malfeitores cibernéticos?
    Claro que não, eu baixei um tal de "microsoft support emergency response tool", que nem sei o link de onde baixei, mas deve ter sido no site da própria Microsoft. Também faço escaneamentos com esse programa para tentar achar vírus que não foram encontrados pelos outros quatro antivírus. Mas... pensam que ainda acabou? Ainda não, achei um outro programa no site da Microsoft, com nome parecido com este que acabei de descrever. Se trata do "microsoft windows malicious software removal tool", que até hoje não achou nada de anormal no meu note. Confesso que fico desapontado quando faço os escaneamentos e não é detectado nenhum arquivo suspeito para ser colocado na quarentena. E olha que eu configuro os programas para fazerem o escaneamento completo da máquina, que podem durar cerca de duas horas! Geralmente os programas já vem configurado para se fazer o escaneamento rápido, nas áreas mais críticas e onde os vírus costumam se esconder.
    Mas, pensa que a superbarreira contra os invasores acabaram? Claro que não! Eu uso ainda um tal de "Windows shortcut cleaner", que serve para achar vírus que transformam suas pastas em atalhos. Ou seja, eles fazem suas pastas de arquivos desaparecem, e no lugar fica apenas um atalho. Geralmente é complicado de acessar os arquivos, e isso acontece muito em celulares e pen drivers.
   Para finalizar a superproteção contra os malfeitores da internet, uso um programa chamado AdwCleaner e que é realmente necessário para o bom funcionamento da máquina. Esse programa serve para desinstalar aquelas barras de ferramentas que aparecem nos navegadores sem que as tenhamos instalados conscientemente. Esses barras geralmente são instaladas juntamente com os programas que baixamos na internet, por isso, hoje em dia é preciso muita atenção na hora de instalar os programas, e ficarmos atento a cada passo da instalação dos softwares que queremos em nossos computadores.
    No total, são nove proteções e barreiras contra os visitantes inoportunos. Acho um exagero, confesso, mas, em uma mente paranoica todo cuidado é pouco contra esses hackers. Se usasse e esquecesse as paranoias, creio que usaria o Panda e o Eset para uma escaneada. E usaria o adwcleaner caso instalasse sem querer uma barra ou programa que vem junto com os programas que realmente queremos instalar no no nosso PC. Um dos principais programas penetras de hoje em dia é o baidu antivírus, muitas pessoas relatam que nem sabem como esse programa apareceu em suas máquinas. Hoje em dia grande parte dos programas querem nos empurrar outros softwares na hora da instalação.

     

                                                        Mania de Limpeza virtual

        Na mundo real, não tenho tanta mania de limpeza, até que gostaria de ver tudo brilhando e limpinho, mas a preguiça e a falta de ânimo me impede de ficar  limpando e lavando tudo o que me aparece pela frente várias vezes ao dia. Confesso que sou até um pouco relaxado, não chegando a ser um porquinho...
    Mas, quando o assunto é o note, também sou um pouco exagerado na limpeza do disco rígido, mais conhecido como HD, do inglês Hard Disk, do francês dis dur e do grego σκληρό δίσκο (isso eu colei do google tradutor, é que semana passada eu vi pela quinta vez o filme tropa de elite...).
    O windows, com o tempo, vai armazenando um monte de arquivos temporários, inúteis e outros entulhos, que, se não forem removidos, podem, além de ocupar muito espaço no HD, causar lentidão no sistema.
    O windows conta com um limpador de disco, mas muitos comentam que ele não é o suficiente e não faz uma boa limpeza na máquina. Um programa muito usado para fazer esse complemento é o famoso ccleaner. É quase uma unanimidade entre os usuários mais avançados, mas é um programa fácil de usar e não é preciso fazer tantas configurações no que ele vai limpar ou não. Mas, como já disse, sou um bom hipocondríaco e por isso uso também o privazer, que também é um limpador de arquivos desnecessários, porém mais completo do que o ccleaner e um pouco mais difícil de configurar, mas que deixa a máquina bem mais veloz do que antes.
     Mas, pensam que acabou? Ainda não! Na questão da limpeza eu ainda uso um programa chamado revo uninstaller, que serve para, além de desinstalar totalmente os programas, fazer ainda uma pequena faxina no hd, como se pode ver na figura abaixo:
 
      Esses procedimentos de limpeza realmente são necessários, mas a frequência varia de usuário para usuário. Para quem não fica fuçando muito no computador, uma vez por mês já basta, mas, assim como no caso dos escaneamentos à procura por vírus, eu também sou um pouco exagerado na questão da limpeza do HD. Costumo usar o ccleaner, o privazer e o revo umas dez vezes por mês, ou seja, limpo o disco a cada três dias, mesmo se o note estiver funcionando bem.
     Para cuidar da saúde do note, para finalizar, olha a temperatura dele usando um programa chamado HWmonitor. É fácil usar esse programa, basta olharmos no google a temperatura limite do processador que temos em nossos PCS e fazer a medição usando esse programinha.
monitorando a temperatura do note...

    Tenho consciência dessas minhas manias que se estendem para o mundo virtual. Às vezes essas paranoias virtuais me cansamum pouco, mas, no geral não me atrapalha muito não. Acho tudo pior no mundo real, sair andando por ai com aquela sensação de ser observado é uma das piores coisas que um ser humano pode ter, dependendo do grau desse delírio. Almoçar em um bom restaurante deixa de ser um prazer, ir à um show também, enfim, só me sinto bem quando estou só. A hora que mais gosto do dia é quando volto para o meu quarto depois do almoço e posso ficar à vontade. Sou a mesma pessoa tanto na vida real como no mundo virtual, a única diferença é que, no mundo virtual sou mais falante, quer dizer, digitador...

Comentários

  1. vc acha que os seus surtos começaram devido a uma autocobrança excessiva? comigo a autocobrança e o remorso são grandes problemas, e devem ter ao menos 60% de culpa na minha cabeça confusa.

    A propósito, eu durmo mal faz mais de 10 anos (ou durmo muito, ou pouquissimo, e tenho só pesadelos). Tive um dia nesses 10 anos, semana passada, que dormi TÃO BEM. Cheguei a sonhar! Acordei me sentindo bem, como se o dia fosse ter algo bom, e aí fiquei com medo, pois isso não podia estar certo haha. Vc também sente diferença se tiver uma noite de sono realmente boa? Como para mim isso é muito raro e quase impossível, eu sinto MUITO a diferença, mas, como falei, tenho medo de que algo está conspirando contra mim. Em tempo, não sou esquizo, tenho depreessão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não creio que os surtos no meu caso começaram devido a autocobrança excessiva. No trabalho era um pouco perfeccionista, mas nada de exagerado, só chegava a xingar os colegas de trabalho, mas acho que era o stress por ter ficado tanto tempo no meio de uma multidão de pessoas. O sono, juntamente com a alimentação, são os principais fatores para a saúde tanto física como mental da pessoa. Hoje em dia mesmo conseguindo dormir não sinto a diferença, pois o sono provocado por medicamentos não é aquele sono reparador, por isso alerto as pessoas a pensarem três vezes antes de começarem a tomar remédios para dormir. Me lembro da época em que trabalhava e estudava. Chegava cansado em casa por volta de onze e meia da noite. Dormia bem tarde, mas dormia de verdade, e às seis e meia já estava pronto para outro dia de trabalho. Ou seja, vale mais uma hora de um sono de verdade do que duas de sono provocado pelos remédios.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Quetiapina

Reflexões diárias do dia a dia

Remédios: tomá-los ou não tomá-los?