Postagens

Mostrando postagens de 2015

Depressões de fim de ano - parte 1

Imagem
O direito de ir e de vir     Alguns amigos leitores do blog estão me perguntando o motivo de não estar mais postando com frequência. Não estou em uma fase boa, vou tentar explicar um pouco neste e no próximo post tudo o que vem me ocorrendo nos últimos dias.
    Novembro de 2014, Belo Horizonte. Ainda estava nas minhas andanças, sem um local fixo para morar: ora na minha barraca, ora dando um tempo e descansando as canelas em um abrigo qualquer.
    Estava indo em direção ao parque ecológico que fica próximo ao abrigo onde estava, pois era lá onde passava a maior parte dos dias, ouvindo o canto dos pássaros na companhia do "Chimbinha" e outros cachorros que moravam naquele lugar.
     Quando estava quase chegando no lago do parque, tive o azar de bater fortemente o dedão do pé esquerdo na raiz de uma árvore. Doeu um bocado e o local ficou bastante inchado. Ir na UPA nem cogitei, pois mal atendem quem está quase morrendo, e irão atender um cara que está com o dedão do pé inchado?

Valeriana

Imagem
A minha curta relação com a "Valéria"...      Vamos neste post contar mais uma tentativa de me livrar do vício mais viciante que já conheci, em toda a minha vida, depois do chocolate, é claro:  o diazepan.     O psiquiatra não pensou duas vezes na hora de preencher a receita com a indicação do lorazepan, ao ouvir as minhas queixas sobre as noites mal dormidas que estava tendo.      Ele não me fez nenhuma pergunta, nenhuma ressalva, nada. Em menos de um minuto, a receita estava em minhas mãos. Saí super feliz do consultório, com a certeza de que todos os meus problemas relacionados ao sono estariam resolvidos de uma vez por todas.     Era o ano de 2003 e havia acabado de sair do meu primeiro surto psicótico grave. Para mim, naquela época, aquele comprimidos eram milagrosos e fariam com que eu dormisse o sono dos justos     Saí do consultório direto para a farmácia do posto de saúde para pegar os medicamentos. Não recebi nenhuma bula, somente as cartelas. E o psiquiatra, como já re…

O esquizo responde

Imagem
Este post faz parte de uma série que estou preparando, com perguntas e respostas feitas por amigos portadores dos mais variados tipos de transtornos mentais, estudantes, amigos e parentes de portadores, além de pessoas interessadas no tema.
    Foi um amigo que me deu essa sugestão, ao ver um dos vídeos que publiquei no meu canal no youtube. Poderia responder as perguntas pelo próprio canal, mas, como já relatei inúmeras vezes, falar não é o meu forte, e além de tudo eu tenho a língua presa, é um saco ficar falando o S, às vezes chego até a pronunciar o X no lugar do s, mas não é para dar uma de carioca não, é por que fica mais fácil shasuhasuashuashaus Só quem tem a língua presa é que irá entender completamente essa troca de letras.
    Gostaria também de deixar bem claro que não sou o dono da verdade, as respostas são de uma pessoa que infelizmente tem a prática e um pouco da teoria sobre o assunto. O psiquiatra, o psicólogo pode estudar o máximo que for possível, cursar a melhor u…

Maconha e esquizofrenia

Imagem
♫ Legalize já legalize já    Uma erva natural não pode te prejudicar... ♫    Provavelmente a maioria dos leitores já devem ter ouvido o refrão dessa música da banda planet hemp, em uma clara referência ao uso da maconha para fins recreativos, afirmando que a mesma não traz nenhum tipo de dano ao usuário.     Gostaria de dizer inicialmente de dizer que a intenção desta postagem não é debater um tema tão polêmico que é a legalização ou não da maconha para a galera dar uma pitada, além do uso medicinal     Também gostaria de dizer que sou careta mesmo em relação às drogas. Não uso, não gosto, mas não sou moralista. Creio que cada um tem que saber o que está fazendo com sua vida, através de informações sobre o assunto. Quem tiver condições financeiras de sustentar o seu vício e não trazer prejuízos aos outros, que use a cannabis, mas, assim como acontece no cigarro, que fique ciente antes dos malefícios que o uso contínuo e exagerado que essa erva pode causar ao organismo, principalmente ao c…

10 de outubro- Dia da saúde mental?

Imagem
Motivos para comemorar? Será que temos?
    Hoje (10/10) é o dia da saúde mental. Festas foram realizadas em alguns lugares do Brasil. Mas o que temos para comemorar em nosso país? Houve melhoras significativas nos últimos anos?
    Em relação ao período em que os considerados "loucos" pela sociedade eram encarcerados em manicômios, podemos considerar que houve uma grande melhora, por que, piorar não tinha como...
    Os manicômios estão acabando, isso todo mundo já sabe. E agora? Como estão sendo tratados os pacientes psiquiátricos em nosso país? Qualquer coisa é melhor do que os manicômios e creio que somente a diminuição dessas instituições não seja motivo de tanto alarde que algumas pessoas fazem por ai. E os pacientes que não têm família? E os que moram nas ruas? E os que têm família e é como se não tivessem? E o preconceito da sociedade, gerado pela falta de informação?  Estamos mesmo tendo um bom atendimento na rede de saúde mental? Os resultados em nosso pais no tratam…

Sonhos de um esquizofrênico

Imagem
Em busca da felicidade     Háalguns dias atrás, para variar, estava garimpando na internet à procura de um bom filme para distrair um pouco a minha paranoica mente e sair um pouco da realidade entediante que vivo no momento. É isso mesmo! Viajo nos filmes (nos bons, é claro), me vejo dentro deles, rio sorrio, torço para que tudo acabe bem e não raramente choro nos finais de alguns filmes em que morre um dos atores principais ou até mesmo o cachorro de estimação da família. Semana passada me peguei chorando pela segunda vez ao assistir pela segunda vez o filme "Ponte para Terabitia".... E não tenho certeza se não vou chorar se assistir pela terceira vez...     Não preciso de drogas para viajar e sair da realidade. Não tem nada demais em dar uma passeada no mundo dos sonhos, o problema é viver constantemente por lá e esquecer da realidade. Nessas minhas buscas por filmes, encontrei um que achei bastante interessante que tem como título "Hector, e a busca pela felicidade&quo…