Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Um caso diferente

Imagem
Conheci Fidelis no ano de 2004. Quando fui levado para o albergue de Ipatinga, ele já estava lá. Não falava muita coisa, vivia em seu mundo, com a mão no queixo como que buscando lembranças de um passado esquecido.
    - O guarda bateu em Fidélis. - era a frase mais usada por ele.
    Devia ter uns 30 anos de idade e ninguém sabia de onde veio. Apareceu pelado em uma rua de Ipatinga e foi levado pela polícia militar para o albergue. Não dava trabalho. Sabia fazer suas necessidades no banheiro. Sabia também a hora de almoçar, jantar e dormir. Só não era muito chegado em tomar banho. Às vezes, quando ficava mais agitado, brincava de capoeira com qualquer pessoa que via no pátio do abrigo. Também soltava umas risadinhas quando ficava com a mão no queixo. Não sou psiquiatra para dizer qual tipo de esquizofrenia ele tinha. Talvez seria catatônico ou hebrefênico, sei lá. Tenho mais noção da esquizofrenia paranoide, que é a que eu tenho e que é a mais comum.
    Até hoje só vi um catatônico…

Razão x Emoção

Imagem
No último domingo o compositor e tecladista Yanni tocou aqui em São Paulo. Acho que a maioria dos leitores do blog sabem o quanto admiro esse cara. Suas músicas, as suas parcerias, o estilo musical inconfundível que muitos erroneamente chamam de nova era e que mais erroneamente pensam que é coisa do demo. O estilo de música dele não é new age, é um som diferente, ele é acompanhado por músicos de várias nacionalidades, o que torna o seu som único.
   Além de tudo, o cara é autodidata. Se é complicado aprender música com um bom professor, imagina sozinho! Creio que isso é um dom, que, sem esforço e trabalho não valeria de nada. Hoje ele é acompanhado por uma orquestra e viaja o mundo inteiro para mostrar o seu trabalho. Já gravou na Acrópole(Grécia), no Taj Mahal(Índia) em castelos e em vários lugares exóticos.Já sabia com certa antecedência que ele iria passar por aqui. Achei uma certa coincidência eu estar na mesma cidade, mas não passou disso.
    Domingo estive no ginásio do Ibir…

Socorroooooooo!!!!!!!!!

Imagem
Em São Paulo a internet gratuita, ou seja, da prefeitura, se chama telecentro. Bem, nas duas bibliotecas do bairro Santana até que consegui acessar a internet normalmente, mesmo na hora do almoço. Na biblioteca principal monitor LCD e um bom pc. Na outra, um pouco menor, os equipamentos são antigos, mas a internet é razoável
    Agora, na biblioteca da Mooca existe um "telecentro" que não dá para classificar. Se falar que a net desse telecentro é ruim, estarei elogiando. De manhã, com muita paciência, dá para acessar os emails e o facebook, e outros sites mais que tenham algumas imagens. Já na parte da tarde...
    Não se dá para acessar o facebook, e, quando conseguimos, depois de cerca de 30 minutos, as imagens não são descarregadas. Não consigo abrir o blog para publicar postagens. Sites com muitas imagens, nem pensar. Com muita paciência dá para se ler alguns emails. Certa tarde, quando havia apenas três usuários no telecentro, resolvi medir a velocidade dessa net lesm…

Psicólogas são perfeitas?

Imagem
Esse depoimento uma psicóloga me enviou nos comentários de um post. Fiquei sensibilizado, pois comprova que os psicólogos(as) e psiquiatras são humanos como nós, os pacientes da saúde mental. Eles têm os seus problemas, suas falhas, suas fraquezas. Eu tinha esse problema de idealizar as pessoas, e sempre sonhava em namorar uma psicóloga. Na minha cabeça ela  seria sempre compreensiva, nunca teria um ataque mesmo com tpm, e, se fossem reclamar de algo, seria com aquela voz suave que comumente usam quando estão no trabalho. Enfim seriam perfeitas. Mas, para a nossa felicidade, a perfeição não existe, e cada um tem a sua maneira de ser e encarar as coisas. Ela me autorizou a postar o seu comentário e o seu nome não é Mônica:

"Ola Júlio, Td bem?
Vc tem uma sensibilidade muito bonita, assim como sua história... e que bom saber que ela não acabou por ter sido sentenciado com um diagnóstico.
Vc já assitiu Clube de Compras Dallas que concorreu esse último Oscar de 2014? No começo do fi…

Um alimento bom para a mente

Imagem
 Goji Berry    Tomei conhecimento desta fruta em um jornal que é distribuído gratuitamente no metrô aqui de Sampa. Me chamou a atenção as propriedades deste alimento e os seus nutrientes, que parece estar na moda e ser a próxima tendência desses meses. Primeiro foi a linhaça, depois a quinoa e agora o goji berry. Não é bichice não, mas a única moda que gosto de me informar e seguir é a moda alimentícia, rsrsrs.    E por que este tema está aqui no blog? Principalmente por contém muita vitamina do complexo B, que, creio que a maioria já sabe, é a vitamina do cérebro. As pessoas viciadas em álcool podem ter alucinações ou até mesmo vir a desenvolver um quadro de esquizofrenia justamente pelo fato do álcool impedir ou diminuir a absorção da vitamina B pelo organismo. Já tomo o ômega 3 que é considerado um bom alimento para a mente. Creio que uma combinação com o goji berry deva ser uma boa no combate a esquizofrenia. Acredito em coincidências, sincronicidade, sei lá o nome. Creio que não fo…

A minha relação com a "Clô"

Imagem
Há pouco mais de um mês resolvi dar um tempo em minhas andanças. Como a maioria sabe, estou no Arsenal da Esperança, aqui em Sampa. É um excelente abrigo, falarei dele em uma próxima oportunidade.       Apesar disso, ainda não me adaptei completamente à agitada cidade de São Paulo. O problema está em mim, tenho plena consciência disso. Mas, como já disse anteriormente, ter consciência ajuda, mas não resolve a questão.     É um tanto o quanto difícil de se encontrar um lugar tranquilo e sem movimento para dar uma descansada e relaxada por aqui.  Até os poucos bem-te-vis e sabiás que avistei não cantam. Parecem estar sentindo falta da natureza, se sentindo estranho em um lugar que não é deles. Algo semelhante acontece comigo.      Carros, motos e ônibus numa correria desenfreada para chegarem aos seus destinos, não respeitando sinais, faixas de pedestres e outras regras de trânsito e, por que não, de educação e civilidade.      Com os pedestres não podia ser diferente. Nas ruas, nas est…

A arte de Morrigan

Imagem
Seu pseudônimo na web é Morrigan. A conheci em um dos vários grupos sobre esquizofrenia que existem no facebook. Certo dia postou algumas pinturas que, à princípio pensei que fossem de um pintor famoso qualquer. Mas não eram. Foram pintados por ela, ou melhor dizendo, através de suas mãos. Vou tentar explicar melhor: Morrigan me disse que suas visões a ajudam a produzir as obras. Um dom? Mediunidade? Sinceramente não sei. Só sei que existe uma relação muito forte entre a "loucura" e a arte. Van Gogh era esquizofrênico.      Abaixo, palavras da própria autora dos quadros, explicando como tudo começou:     "Nunca tinha pegado em um pincel, ao menos em uma tela. Também não tinha paixão por arte, nesta época só trabalhava e mais trabalho.      Quando tive um surto e fui parar em um hospital aos prantos sem saber o que estava acontecendo.  Fiquei ali sentada na recepção do pronto socorro esperando ser chamada, sem saber o que fazer.  Peguei uma folha que havia em minha bolsa …

Escutem o louco

Esse texto me passaram pelo facebook e achei muito interessante e tem haver com um post recente que publiquei. Ele é de autoria de Eliane Brum. Resolvi publicá-lo aqui no blog, apesar de não ser fã muito do tal de control V + control C. Mas estou citando o autor e a fonte do que está escrito aqui, sem nenhuma modificação. Vale a pena ler e refletir.

Escutem o loucoO homem que empurrou uma passageira nos trilhos do metrô desnuda o momento perturbador vivido pelo Brasil
    De repente, o taxista aumentou o som da pequena TV acoplada no console do carro. No banco de trás, eu parei de ler e afinei os ouvidos. Era meio-dia da sexta-feira de Carnaval (28/2). O homem que, dias antes, havia empurrado uma passageira nos trilhos do metrô de São Paulo tinha sido preso. A mulher teve o braço amputado. O agressor sofre de esquizofrenia, destacou o apresentador de TV. “Louco”, decodificou de imediato o taxista. Doença triste, disse o apresentador na TV. Ao ser preso, continuou o apresentador, o a…

Esquizofrênico: inimputável ou não?

Imagem
Nos últimos dias aconteceram dois fatos semelhantes aqui em São Paulo, mais especificamente nas estações do metrô da Sé e na plataforma de trem da estação da Luz.
    O primeiro teve como vítima uma mulher de 28 anos. Enquanto esperava o transporte simplesmente foi empurrada para os trilhos do metrô por um rapaz. Infelizmente ela foi atingida pela composição do metrô e e acabou perdendo um braço, mas não corre risco de morrer.
    As câmaras de vigilância flagraram o ato e o cara foi encontrado na cidade de Extrema, sul de Minas Gerais. Ele não ofereceu resistência e foi levado para uma delegacia aqui de Sampa. Segundo familiares, o rapaz é esquizofrênico. Mais detalhes no link abaixo

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/02/delegado-diz-que-homem-que-jogou-mulher-em-trilho-saiu-rindo-em-sp.html

     O segundo caso foi bem parecido. Uma mulher de 38 anos foi atingida na cabeça por um trem da CPTM e foi levada para um hospital da cidade, onde ficou internada em estado de coma por algu…