Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Cem mil visualizações, Dicas para mochileiros e pesquisa sobre ronco

Imagem
Dicas de viagens para mochileiros de primeira viagem     Se você tem disposição para sair viajando por ai, com uma mochila e uma barraca nas costas, ai vão algumas dicas de quem tem um pouco de experiência nesta prática. Também sou um principiante, mas já aprendi bastante coisa nestas minhas andanças. . Para saber como foram minhas viagens é só clicar nos links abaixo:
-Caminho do Padre Anchieta
Estrada Real: caminho velho
Estrada Real: caminho de Sabarabuçu
    A próxima viagem farei no início de janeiro, pelo litoral de São Paulo. Esse caminho se caminho se chama passos dos Jesuítas, e tem um total de 370km.


1- Vestimentas     Não vá viajar com um short da adidas ou com o tênis nike novinho que você acabou de ganhar. Dê preferência a roupas mais usadas, e, se tiverem um rasgadinho, melhor ainda. Caso um meliante o interpele pelo caminho, você poderá dialogar com ele, mostrando que suas atuais condições financeiras não são das mais favoráveis. Provavelmente ele irá se compadecer de sua …

Nas ruas: comparações

Imagem
Não é a primeira vez que estou por ai nas ruas. Já estive nesta situação anteriormente. Foi no ano de 2002, em razão do meu primeiro surto psicótico. Fiquei nas ruas por um período de cinco meses, perambulando pelas ruas da grande BH, até me recuperar por completo das alucinações brabas que tive. Se não fosse a ajuda de muitas pessoas provavelmente não estaria aqui escrevendo este post. Poderia ser mais um morador de rua, sem nenhuma renda e nenhuma perspectiva de vida.
    Mas hoje em dia, depois de quase dez meses de andanças, posso dizer que muita coisa mudou em relação aos moradores de rua.
    Naquela época fui muito ajudado por diversas pessoas, e, na minha opinião, esse foi o principal remédio para que eu me livrasse de um surto tão intenso e tenebroso. Na minha fuga desesperada para fugir dos inimigos que só estavam em minha mente cheguei a perder 25kg. Não adiantava  mudar de cidade, andar pela BR ou me esconder no mato: aonde quer que eu fosse, as vozes ameaçadoras me seguia…

Falta pouco...

Imagem
Pessoal, falta pouco para que o blog chegue a marca de 100.000 visualizações! Nunca esperava chegar a essa marca. Nunca me importei com números, a minha intenção ao criar o blog era e ainda é tentar ajudar a desmistificar a esquizofrenia. Então, nesse caso, os números têm uma certa importância, já que quanto o maior número de visualizações, maior o número de pessoas informadas sobre a patologia. Não acho legal colocar um contador de visitas no blog, isso pode ser fraudado, já que a maioria dos contadores dão a opção de não começar do zero, ou seja, a pessoa pode colocar o número que quiser de visualizações.
    Obrigado a todos os leitores do blog, tanto as pessoas que têm alguma relação com a esquizofrenia, como as que apenas acessam para se informar um pouco sobre a patologia. Um agradecimento também aqueles que gostam de ver o relato de minhas viagens. Enfim, um obrigado a todos de coração mesmo.

Quetiapina

Imagem
Já fazem cinco meses que estou no abrigo. Fora me dado um prazo inicial de permanência de dois meses. A assistente social não me havia procurado até então, e fiquei até agora quietinho no meu canto, sem fazer nenhum furdunço para não chamar a atenção.
    Mas hoje lá estava ela, sentada na recepção, no horário de entrada, que é entre cinco e oito horas da noite.
    - E ai Júlio, já foi no CERSAM?
    - Eu não, sei que se eu for lá irão me dar haldol...
    -Mas para continuar aqui você tem que estar frequentando o CERSAM.- ela retrucou.
    - Tá legal, eu vou lá sim, mas só vou tomar medicamento se for a quetiapina, pois as pessoas falam muito bem dele.
    Conversamos mais um pouco em sua sala. Ela disse que eu poderia surtar e tals, mas eu disse que existem pessoas bem mais loucas do que eu e que estão andando por ai, e que entrar para o abrigo me fez sentir a pessoa mais normal do mundo. Ela fez o encaminhamento e me deu quatro vales-transporte.
     No dia seguinte, às seis e meia da …

Celular LG A395 review

Imagem
Bem, hoje eu vou falar de um assunto que não tem nada a haver com a esquizofrenia: celular. Mas aqui é assim mesmo: tudo junto e misturado! Modestamente, acho que esse blog é o mais eclético do Brasil: esquizofrenia, música, viagens, dicas de saúde, crônicas e conversa fiada.
    Aproveitando o 13º salário, resolvi, após muitas pesquisas, comprar o celular LG A395. Me conheço bem, se não gastasse a grana com o aparelho iria passar o mês inteiro comprando besteira. Foi a decisão correta, apesar de receber apenas ligações de cobradores. Na verdade o meu celular é no final das contas apenas um aparelho de MP3. Pobre como eu só liga pra polícia, SAMU, bombeiros, etc.
    Mas esse aparelho que adquiri é bem interessante, é quadrichip, então, quem quiser ligar para mim, fique a vontade, é só clicar em contatos. De preferência, não liguem na parte da manhã, pois o meu estado de ânimo neste período do dia não é dos melhores.
    Gostei muito desse celular. Fácil de mexer, bem simples mesmo. Além…

Papai noel baixou em mim

Imagem
Então é natal. Época de reflexões para alguns, e muita comilança e bebedeira para outros. Para muitos é época de tristeza e muita deprê. Para mim é um dia como qualquer outro. Hoje em dia, talvez por causa do embotamento afetivo e outros sintomas negativos da esquizofrenia, já não fico deprimido nessa época. Mas fico um pouco de saco cheio com essas confraternizações temporárias, me soa meio falsa essas mudanças de atitudes e comportamentos por causa de uma simples data, que, como a maioria já sabe, foi inventada pela igreja cristã para também ter uma festa de fim de ano, já que as religiões pagãs da época tinham suas festividades para comemorar o fim da colheita e outras coisas mais.

    Não aguento ver os programas da TV, os especiais de fim de ano(menos o do Roberto Carlos). Aquelas músicas natalinas na harpa paraguaia são difíceis de aguentar. Até a música da Simone foi proibida de tocar em alguns shoppings. No início achei estranho, a música tem uma boa mensagem, mas, me colo…