Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Natal bipolar

Imagem
♫ Chove lá fora           e aqui tá tanto frio ♫
     Esse trecho da música do Lobão reflete bem o meu momento atual. O céu e os meus dias estão cinzentos. É que a DPN (depressão pré natal) chegou mais cedo esse ano. Ainda não vi nenhuma decoração natalina, as lojas ainda não estão com as famosas "promoções" de natal( promoção nada, no mês de Janeiro tudo fica mais barato, os vendedores só faltam agarrar a gente pelo braço). Na TV ainda não está passando nada referente à esta data, ainda não estou ouvindo pelas ruas aquelas tradicionais musiquinhas de natal tocadas na arpa paraguaia, mas já estou nesse estado lastimável. E, para avacalhar tudo, ao invés de ouvir uma música alegre, estou no momento ouvindo músicas tristes. Vou deixar para experimentar a sertralina no mês de Janeiro, pois sei que nenhum medicamento no mundo seria capaz de tirar essa apatia e desânimo que tomam conta de mim neste mês, que, para o meu caso, deveria se chamar "deprêmbro".
    Coincidência …

Manias, que não as tem?

Imagem
Outro dia desse estava conversando com um amigo do grupo esquizofrenia, no facebook. Esta conversa me fez refletir sobre diversas situações, denominações e classificações que nos são impostas no dia a dia. Revejam o diálogo: - Ele: Eu acho que tenho esquizofrenia.  - Eu: Mas o que você tem? Mania de perseguição? Alucinações? Vozes de comando? - Ele: Não, não tenho nada disso. É que tenho algumas manias, como contar quantas vezes bato o cigarro no cinzeiro, conto os degraus, os passos, etc.  - Eu: Ah cara! Se é por causa dessas manias, então você pode se considerar o cara mais normal do mundo. Ficaria espantado se você me dissesse que não tivesse nenhuma mania ou esquisitice.      E a conversa durou um bom tempo. Falamos sobre remédios, surtos, as expectativas de cura para os transtornos mentais, etc. Papo de psicótico mesmo. Me lembrei do filme "O alienista", que é baseado no livro  de Machado de Assis. Se todo mundo que tiver uma mania for considerada louca, então a humanida…

O "pan" nosso de cada dia

Imagem
São onze horas e quarenta e dois minutos da noite. Viro para a  direita, viro para a esquerda, fico de bruços mas o sono não vem. Ai me lembro que esqueci de tomar o meu companheiro de todas as noites: o diazepan. Não adianta, a mente pode esquecer, mas o corpo nunca esquece.
     Só os jogos da seleção do Mano Menezes para me proporcionarem um sono profundo sem precisar de recorrer ao diazepan (ontem, 14/11,  conseguimos empatar com a "poderosíssima" seleção da Colômbia).
    Me lembro como se fosse hoje a primeira vez em que pisei em um consultório de psiquiatria. Ainda estava morando nas ruas, tive que fazer um barraco na unidade de saúde do bairro Santo André, em Belo Horizonte. O pessoal  não estava querendo me atender, pelo simples fato de que eu ainda não tinha  um endereço fixo. Disse então que o meu endereço a partir daquele momento seria a porta do posto de saúde, e não sairia de lá enquanto não fosse atendido. Ai foi um reboliço danado, falaram que eu era doido,…

Divagações esquizofrênicas 2

Imagem
Hoje(06/11) foi dia de pagamento. Até ai, nenhuma novidade, a não ser por uma grande diferença: não estava tão agitado como das vezes anteriores, em que chegava ao banco por volta das sete e meia da manhã, reclamava com quem tentava furar fila, enfim, uma ansiedade perturbadora. Mas, hoje, diferentemente dos meses anteriores,  cheguei ao banco por volta das nove horas da manhã, com uma certa tranquilidade. Saquei o dinheiro, fiz algumas compras, paguei as minhas contas e o aluguel, sem o costumeiro desespero de me livrar do dinheiro com receio de que fosse roubado ou então que perdesse o pagamento.
    Creio que isso talvez seja pelo fato de eu estar consumindo o ômega 3 há quase dois meses. Estou mais tranquilo e menos ansioso. Consequentemente diminui o consumo de chocolate, doces e massas. Nem eu mesmo acreditei que consegui encarar de frente a torta alemã da padaria, que estava novinha! Olhei para ela  com um certo ar de superioridade, como que dizendo:
- Ha ha! Não preciso mais…

Galeria de arte 3

Imagem
Essa semana estou postando o trabalho do Rodrigo Quirino, que, assim como eu, tem esquizofrenia paranoide. Ele trabalha com desenhos criados no computador, a partir dos programas autocad e photoshop, e também com faz desenhos manuais, usando o guache e outros materiais.
    Aqui estão apenas algumas amostras do seu trabalho. Quem desejar conhecer mais o seu trabalho, é só visitar o seu perfil no orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=9996494491080896433
    Ou então no facebook:
http://www.facebook.com/rodrigo.quirino.18











                O espaço estará sempre aberto à todas as pessoas que desejarem mostrar e divulgar o seu trabalho, mostrando que o transtorno mental não limita em nada a nossa forma de nos expressar, seja através da pintura, escrita, música ou qualquer outro meio que a arte está inserida.







O atirador de São Paulo

Imagem
Ipatinga 39°C, céu com poucas nuvens e sem previsão de chuva. Umidade relativa do ar é de 28%. A sensação térmica é de aproximadamente uns 42°C. Hoje fui tomar banho e pensei que o chuveiro estava ligado na posição inverno, de tão quente que estava a água que fica nos canos.
   Nessas condições, minha pressão arterial cai pra 10x6 e fico meio borocoxô. Já medi a pressão várias vezes e a enfermeira na última vez disse que se eu comesse "pastel" nessas horas o problema seria resolvido. Haja pastel para acabar com essa bambeza provocada pelo calor.
    Já que a enfermeira disse que essa moleza é normal, vamos ao que interessa. Infelizmente o assunto de hoje é sério, fiquei muito triste com toda essa situação e confesso que ainda dá vontade de deixar de lutar para que acabe ou pelo menos diminua o preconceito e o estigma contra a esquizofrenia.
    Trata-se do caso do atirador de São Paulo. O administrador desempregado Fernando Gouveia, de 33 anos, feriu três pessoas com uma arm…