quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Padre corajoso

    Procuro tomar muito cuidado ao postar sobre religião, pois podemos ser mal interpretados e assim gerar discussões que não levam a lugar nenhum. Gostaria de dizer que respeito todas as religiões, crenças, etc, desde que não haja exploração financeira e outras artifícios para manter os fiéis em suas respectivas igrejas ou templos. Mas a atitude desse padre me chamou a atenção. Leiam o texto que ele publicou e que está circulando na internet.

O Ministério Público Federal de São Paulo ajuizou ação pedindo a retirada dos símbolos religiosas das repartições publicas.
Pois bem, veja o que diz o Frade Demetrius dos Santos Silva.
Sou Padre católico e concordo plenamente com o Ministério Público de São Paulo, por querer retirar os símbolos religiosos das repartições públicas…
Nosso Estado é laico e não deve favorecer esta ou aquela religião. A Cruz deve ser retirada!
Aliás, nunca gostei de ver a Cruz em Tribunais, onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde sentenças são barganhadas, vendidas e compradas.
Não quero mais ver a Cruz nas Câmaras legislativas, onde a corrupção é a moeda mais forte.
Não quero ver, também, a Cruz em delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são constrangidos e torturados.
Não quero ver, muito menos, a Cruz em prontos-socorros e hospitais, onde pessoas pobres morrem sem atendimento.
É preciso retirar a Cruz das repartições públicas, porque Cristo não abençoa a sórdida política brasileira, causa das desgraças, das misérias e sofrimentos dos pequenos, dos pobres e dos menos favorecidos.
Frade Demetrius dos Santos Silva.
* São Paulo/SP
    Tirando o mérito da questão, se a cruz é ou não o símbolo maior do cristianismo, temos que admitir que o que esse frade disse é a mais pura verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário