Sonhos interrompidos


  São quatro horas e trinta minutos da madruga. Meu sono é interrompido pelo casal que mora no quarto ao lado, e que geralmente prefere “discutir” a relação nesse horário. 
    No post anterior, me queixei das noites mal dormidas e cheguei a comentar que, no período em que morei nas ruas de Belo Horizonte, tive noites mais tranquilas, mesmo dormindo em pedaços de papelão. Está até difícil de pensar em algo para escrever, pois a discussão me atrapalha um pouco a me concentrar. 
    Essas discussões noturnas me fazem sentir um nada, como se não existisse. A impressão é que eles não sabem que preciso dormir como qualquer mortal. Com muita dificuldade e conversa, consegui convencê-los para que não ligassem o som de madrugada. Se ouvir funk o dia inteiro é difícil, imagine de madrugada.
    Sabem aqueles sonhos em que acordamos e dizemos: “Ah! Que pena, foi só um sonho.” Eu sempre digo isso quando levo um choque de realidade após um sonho prazeroso. Mas, quando sou acordado de um sonho, digo: “Que merda, nem sonhar podemos mais!”.
    São cinco horas e quarenta minutos da madrugada. A discussão parece que não vai se encerrar tão cedo e por isso resolvo pegar uma caneta e papel para desabafar. Sempre escrevi e fiz anotações em cadernos. A diferença é que hoje em dia compartilho com várias pessoas. É como se fosse uma terapia, me ajuda um pouco a aliviar o que está dentro de mim. Morfeu* já foi embora faz tempo e parece que hoje ele não volta mais aqui não.
    Sempre gostei de sonhar enquanto estou dormindo, apesar de não me recordar da maioria, mas, sempre quando sonho, acordo mais leve e animado. Cheguei a anotar os meus sonhos durante um período, deixando um caderno e uma caneta ao lado da cama. Não podia pensar em nada antes de anotar os sonhos, pois eles iam embora dos meus pensamentos rapidamente, ficando somente a sensação de que foi algo bom. A minha intenção em anotar os sonhos era tentar desvendar se eles possuíam algum significado e que poderia nos indicar algo relacionado ao futuro. Já não tenho essas anotações comigo, mas lembro-me que cheguei à conclusão de que não me revelaram nada. Apenas um teve alguma relação com o futuro, mas esse era um sonho rotineiro, que até sonhava acordado, que era o sonho de um dia conhecer o Rio de Janeiro. Tendo significado ou não, só sei que sonhar faz bem, me faz sentir mais leve, ainda mais agora que tenho esquizofrenia.
    Hoje, o que mais me agrada nos sonhos é que a esquizofrenia não viaja comigo nas minhas noites de sono. No mundo dos sonhos, geralmente estou conversando normalmente com as pessoas, sorrindo e, principalmente livre das paranoias. Meu sonho atual não é ganhar na mega sena ou ficar rico, queria apenas me livrar de todas essas paranoias e voltar a ser quem eu era antes e voltar a conversar com as pessoas normalmente.
    Uma das coisas que mais me atrapalham nos diálogos é a sensação de que as pessoas sabem o que eu estou pensando. É uma sensação muito ruim, difícil de explicar. Já foi pior antes, durante os surtos, pois tinha a certeza absoluta que as pessoas realmente sabiam o que se passava em minha mente, tanto que fiquei um bom período sem falar, pois achava que não precisava me expressar verbalmente, era como se fosse telepatia inconsciente. Tenho que me policiar quando vou explicar algo ou simplesmente quando estou conversando com alguém, pois, o simples fato de achar que as pessoas estão roubando o meu pensamento, me faz pensar que não preciso dizer certas coisas. Acho que até faço isso algumas vezes, deixando de mencionar algumas coisas nas conversas, por achar que a pessoa sabe o que estou pensando.
    Durante o meu segundo surto, tive uma fase terrível, pois tinha 100% de certeza de que as pessoas estavam lendo meus pensamentos. Tinha que fugir das pessoas, por que fica insustentável conviver com as pessoas lendo os meus pensamentos a todo instante. Fiquei sem querer brigando com meu cérebro, pois começava a pensar em palavrões e às vezes eu xingava as pessoas mentalmente, era como se o meu cérebro estivesse dividido em dois. Uma parte era a boazinha, e a outra ficava falando besteiras e palavrões. Isso me levou a exaustão, pois minha mente não parava de funcionar um só instante, dias e noites. A parte boazinha brigando com a parte desbocada. Chega até ser engraçado hoje, confesso que agora estou até rindo da situação. A parte desbocada xingava as pessoas e a boazinha pedia desculpas. Mas, fazendo isso sem parar o dia inteiro deixa a pessoa completamente esgotada.
    Olho para a janela e o dia começa a clarear aos poucos. Confesso que neste momento estou sentindo saudades do tempo em que estava nas ruas de Belo Horizonte e que era acordado somente por pessoas dispostas a me ajudarem, quer seja oferecendo algo para comer ou então para uma simples conversa, pois muitos estranhavam o fato de eu estar morando nas ruas, depois que cortei o cabelo e comecei a fazer a barba. 
     Comentei no post anterior que estou pensando em virar um morador de rua por um período de uns vinte dias, para relembrar e registrar os momentos que passei nas ruas e também para documentar no blog como é a vida de um morador de rua.
    Sinceramente, tenho medo de fazer esse registro, pois Belo Horizonte há tempo se tornou uma cidade perigosa para morar nas ruas. Não faltam notícias na TV sobre moradores de ruas que são agredidos e alguns até queimados. Mas o meu pior medo é que eu ache melhor a vida de um morador de rua do que a atual que estou vivendo, e acabe ficando por lá
     Lá, pelo menos eu tinha paz, não pagava aluguel e nem tinha vizinhos que não respeitavam o sono alheio.
Bem, a luz do sol acaba de invadir o meu quarto e o casal vizinho encerrou a discussão. Eles simplesmente trocam o dia pela noite e acham que tenho que fazer isso também. Tenho que ter bastante paciência para conversar e pedir com educação para que respeitem o meu sono. Por falar em sono, vou ver se consigo dormir um pouco agora, o que acho difícil, pois não passei a noite dançando e bebendo, estava apenas sonhando que a esquizofrenia não estava mais em minha mente. 

*Morfeu:(do grego Μορφεύς, "moldador [de sonhos]") é o deus grego dos sonhos.
fonte: wikipedia

Comentários

  1. Ai isso é ruim mesmo, vizinhos sem noção...o melhor é conversar e pedir pra eles te respeitarem, numa boa, caso continuem, chame a polícia. Aqui a minha vizinhança se uniu e botamos uns safados barulhentos aqui quase na cadeia. Agora ficam quietinhos...
    Bom sono por aí Julio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Acho que o sono uma das coisas essenciais para a vida do ser humano. De que adianta ter tudo se a pessoa não consegue dormir e de dia não tem disposição para curtir a vida? Ir a praia, fazer uma caminhada, essas coisas. Por isso acho a maior falta de respeito atrapalhar o sono das pessoas, ainda mais quando elas precisam trabalhar e acordarem cedo.

      Excluir
    2. julio seu nome ne que escreve aqui no blog to prescisando me aprofunda no assunto te acompanho no canal youtube .com faz um tempo meu msn leo_gatinhosexe@hotmail.com esse msn e antigo por isso esse nome ok meu nome é leandro estou querendo saber mais coisas .. to estudando aqui seu blog muito bom to começando a estudar psicologia . cognitiva é essa tecnica ajuda muito a controlar depente do caso ... por isso estou pesquisando muita coisa na internet . além de esta estudando estou , tb pasando por um tratamento ´tcc terapia é isso que voçê faz conserteza uma terapia , vc tem muito potencial .continue assim postando seus videos , é escrevendo com muita harmonia é verdade no que relata , voçê tem sido um instrumento para todos portadores, da esquisofrenia .ou dopaminico. vejo relatos de amigo que se aceitaram ,é entenderam mellhor .depois dos videos espero que possamos ser amigos , em relação a sua escolhar de fica sem feguentar igreja acho . que conserteza não muda seu reeconhecimento , enguanto a ele adeus , na verdade ele tem de ajudado a aturar esses seus vizinhos ... vc ja é um vencendor .. na minha opnião ..

      Excluir
    3. Obrigado por visitar o blog. Fico muito feliz por ter ajudado de alguma maneira pessoas que estão passando pelo que eu passei anos atrás. Hoje não estou 100% curado, mas aprendi a lidar melhor com essa patologia. Em relação a frequentar igreja eu não tenho nada contra, desde que não haja fanatismo. A verdade é que não sou muito de sair de casa, talvez um pouco por causa da esquizofrenia mesmo. Mas hoje consigo administrar melhor um pouco as minhas paranoias.
      Obrigado pela força. Essa semana vou postar no blog sobre como adquirir o livro que escrevi contando minha relação com a esquizofrenia. Acho que o resultado ficou bacana, apesar de não ser escritor.
      Tudo de bom pra vc por ai.

      Excluir
    4. muito bom .. é realmente é questão de tempo habilidade lidar com paranoia é um exercicio diario queria fazer uma pergunta ? então ja que se pode dizer . vc tem uma habilidade . pra lidar com as paranoia . eu como novo estudando queria fazer uma pergunta ? meia complicado mais gostaria que vc com uma boa experiencia . questão da relação sexual. oque mais atrapallha .são os medicamentos . ou as paranoias . gostaria que vc podesse explica isso pra gente . no proximo post . isso e uma duvida em muitos caso relaçao o livro assim que posta um vou da uma olhada . tudo de bom c tb ..

      Excluir
    5. A maioria dos antipsicóticos atrapalham, em alguns casos, o desempenho sexual. Cabe a própria pessoa, em conversas com o psiquiatra, encontrar um medicamento e a dose certa para que deixe sua mente tranquila, sem a deixar muito sonolenta e dopada. Isso depende muito da dose, me lembro que tomei a clopormazina e me fez muito bem, sem me deixar dopado, pena que tive alergia à esse medicamento. As paranoias atrapalham praticamento tudo, se não forem controladas, inclusive em uma relação sexual. Em relação ao livro, eu não vou postá-lo no blog,pois ele tem 113 páginas. Vou disponibilizá-lo pelo correio. Assim que abrir a conta no banco, irei postar explicando como adquirir o livro.

      Excluir
    6. o julio eu estou estundo essa areaa vc disse vai de cada pessoa. sobre os remedios isso é verdade em relação a ato sexual tem tecnicas que ajuda muito ajudei um amigo com isso julio não tem aquele setimento de grandeza que estar na dopaminico ? a pessoa se senti grande se vc ser sentir grande tipo eu posso po essa nina pra enloquecer e so vc entra nessa realidade . lavai uma dica ? primeiro passo seus amigos teve te ajudar uma tarefa um pouco dificio tem que acontecer naturalmente nina tem que estar tranquila e vc tb começe a ser amigo dela ae pega aquele sentimento de grandeza quanto for uma vez ae era ae e toda ora vira paranoia .. requer treinamento e como vc falou medicamento certo use as coisas que ti traz confiança como seu quarto .. musica e aquele sentimento ainda estar em vc bom descupa quero ter ajudar tente seus amigos vao de ajudar comece treinando se errar continue depois boa sorte assim que sair o livro eu vou ler tdo de bom por ai

      Excluir
  2. Vc nunca pensou em procurar Jesus? nao quero te empurrar duma vez toda a biblia, mas nao esqueça do mais simples, que jesus é o filho de Deus, e pode te ajudar, nao esquece de orar e lembrar dele nas tuas orações, se vc nao quer ir á igrejas eh escolha sua,mas, lembre que os homens aqui desse mundo ,nenhum se chama Jesus filho de Deus Altissimo, eles sao falhos, e muito falhos, mas o Jesus que o mundo conheceu, nunca falhou, compra uma biblia e começa a meditar, nao pra vira um fanatico, mas pra conhece quem foi Jesus, o Jesus do novo testamento... eu vejo nos teus posts que vc mora sozinho, bom, pode ser que hj vc nao ligue para o que estou dizendo, mas tenho certeza que Jesus nunca esqueceu de ti...
    eu acompanho teus posts, tb tive problemas com essa doença.. mas as coisas estao começando a melhorar. nao se ofenda com o que eu disse, sou um amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por visitar o blog. Eu sempre leio a bíblia, só não frequento muito igrejas pois gosto de ficar mais na minha mesmo, e também muitos pastores e padres tem me decepcionado muito. Não precisa se preocupar se me ofendeu ao falar de sua crença, religião é um assunto meio complicado mesmo de se falar, alguns gostam de discutir sobre isso, mas sinto que a maioria não gosta, por se tratar de um assunto particular e meio polêmico. Espero que continue melhorando cada vez mais, pois a esquizofrenia não pode ter cura ainda, mas com certeza pode ser muito bem controlada.

      Excluir
  3. Quando eu posso eu assisto o show da fe, eu tb nao vou a igrejas, mas quero ir na graça, vou esperar um pouco, e começar a ir.. abraço, p Jesus nada é impossivel, eu tenho certeza.

    ResponderExcluir
  4. julio os surtos trazem sequelas se traz quais são tem como vc dizer ? pq depois de surtos acho que corpo fica estranho tem como se explica pela sua experiêcia obrigado desde ja n aguarde estou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, no meu caso, não trouxe sequelas não, apesar de ter passado por várias situações perigosas e que me fizeram sentir medo. Com relação ao corpo, sinceramente não notei nada de diferente depois dos surtos, só fiquei debilitado pois não nos preocupamos com a alimentação. Acho que o que fica depois dos surtos e a esquizofrenia mesmo, que não tem cura, o que podemos fazer é tentar controlá-la da melhor maneira possível. Eu ainda tenho alguns problemas, a diferença é que estou mais fortalecido para enfrentar esses problemas. Obrigado por visitar o blog e estamos ai para qualquer dúvida. Em breve, estarei colocando no blog sobre como adquirir o livro em que conto como foram os meus surtos.

      Excluir
    2. o medicamento que estou usando e o dogmatil ou sulpirida na ultima post se disse que clomazima e bom para um amigo seu que perguntou julio quando que vai ser seu próximo video no seu caso vc ja tomou sulpirida e que acho ? o medico pode fica trocando de medicamento bom meu caso tomei uma no posto um comprimido azul e uma injeçao porque me stresei muito num surto queria qu explicase sobre o medicamento é quais foi se efeitos quais dexaram vc bem e que deixaram vc mal obrigado to no aguarde

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Reflexões diárias do dia a dia

Quetiapina

Remédios: tomá-los ou não tomá-los?