domingo, 1 de julho de 2012

Meu livro

    

   Sempre quando conhecia novas pessoas, a maioria no mundo virtual, durante a conversa sempre surgia a pergunta:
    - E ai, o que você faz da vida? Trabalha, estuda?
    No começo eu mentia, com receio da reação da pessoa. Dizia que ainda trabalhava. Mas com o tempo acabei cansando de mentir para as pessoas e principalmente para mim mesmo. 
    Então resolvi contar a verdade. Na maioria das vezes sempre tinha que explicar o que era esquizofrenia e sempre acabava contando minhas "aventuras" nas ruas durante os surtos, pois nunca cheguei a ser internado, talvez pelo fato de não ser agressivo e ficar quase sempre calado durante as crises. Acabava indo para as ruas para tentar fugir dos inimigos que estavam em minha mente. Ao ouvirem o meu relato, muitas pessoas ficavam impressionadas e algumas me sugeriram que eu escrevesse um livro sobre esses acontecimentos. 
    Depois de analisar tudo o que me aconteceu antes, durante e depois dos surtos, cheguei à conclusão de que a história poderia render um bom livro. Se o livro da Bruna surfistinha e outros da mesma linha conseguiram ser editados, por que o meu não poderia ser? 
    O livro tem 127 páginas. Foram cerca de sete meses relembrando situações duplamente difíceis de serem narradas. Primeiro pelo fato de terem acontecido há muito tempo e, segundo, por ser extremamente complicado narrar situações em um momento em que não estava em pleno gozo de minhas faculdades mentais (todo post eu tenho que falar como médico rsrsrs). Tive de tomar muito cuidado para que a narrativa não ficasse confusa, sendo que minha principal intenção é fazer com que o leitor tenha a visão de quem estava surtado, no caso eu. 
    À princípio, o título do livro é "Mente dividida" e o subtítulo "Memórias de um esquizofrênico", que também é o nome do meu blog. 
    Não tenho a pretensão de ficar famoso ou ganhar dinheiro com o livro. Sei o quanto é difícil de se editar um livro e só os que tem uma excelente vendagem é que geram algum lucro. 
    Gostaria apenas que essa história fosse registrada, pois ela reúne diversos elementos em uma história só: tristezas, alegrias, a solidariedade das pessoas nos meus momentos mais difíceis, aventura, tragédia, coisas engraçadas. Para resumir, digo que esse livro é uma tragicomédia, por reunir elementos tão distintos. 

-Obs: Essa postagem foi feita no ano de 2012. Depois de alguns meses e algumas correções, o livro finalmente ficou pronto e já está à venda. São 127 páginas em que falo a minha relação com a esquizofrenia, desde a infância, passando pelas dificuldades durante os surtos, a parcial recuperação até o momento em que tive que me aposentar e procurar algum sentido para a vida. Para maiores informações, basta enviar um email com o assunto "livro" para:
juliocesar-555@hotmail.com

5 comentários:

  1. Se for lançado, avise aqui. Quero comprar! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falarei sim, com certeza. Vou tentar de tudo para que essa história seja registrada. Não por questão de vaidade, de querer aparecer, mas por ter sido uma história bem bacana.

      Excluir
  2. Claro que irei te avisar também, vc tá sempre aparecendo aqui no blog. Como que vc tá agora?

    ResponderExcluir
  3. Tem um site chamado Academia das Letras e o autor dele é o escritor João Drumond que é da família de Carlos Drumond de andrade. Pesquisa este sit no google pq ele ajuda autores anônimos a lançarem livros. João Drumond já é escritor consagrado e mora em Sete lagoas/MG. Espero tê-lo ajudado pq o livro tb é do meu interesse em ler! Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado mesmo pela dica, vou entrar em contato com ele, pois não sei como fazer isso sem gastar muito dinheiro.
    Saúde e paz pra ti.

    ResponderExcluir